Roteiros das visitas do dia 12

ROTEIRO DE PIEDADE

Visita da manhã: Sítio da família Sakaguchi, uma propriedade certificada orgânica há 12 anos. Produz hortaliças e frutas e comercializa essa produção através de uma empresa de orgânicos, sendo que agora também vendem diretamente aos consumidores na Feira de Orgânicos de Sorocaba. O manejo da produção foca muito a fertilidade do solo e a nutrição das plantas, o que permite sanidade e resiliência às lavouras. Outro ponto positivo é a conservação do solo e da água bem como o cuidado com as áreas de reserva e preservação permanente. O almoço será nesta propriedade e poderemos apreciar um delicioso yakisoba com ingredientes locais.

Visita da tarde: Sítio familiar onde os proprietários Márcio e Fumiko Sakaguti (tios do proprietário da manhã) realizam há oito anos um evento de Colha e Pague no pomar de Caqui Fuyu. Os turistas que vão até o sítio colhem eles mesmos as frutas que desejam direto dos caquizeiros. Este pomar, plantado há cerca de 50 anos, é tratado com algumas técnicas ecológicas, o que coloca esse sítio num processo de transição agroecológica. Além dos caquis, os agricultores também produzem bambu tratados (em vara) e brotos de bambu. Há nesta propriedade um pouco da cultura e tradição nipônica em Piedade com a presença inclusive de um museu familiar no sítio.

ROTEIRO DE ARAÇOIABA DA SERRA E ITAPETININGA

Visita da manhã: o Assentamento Carlos Lamarca, criado há 15 anos,está localizado no município de Itapetininga, possui 47 famílias de assentados. Visitaremos o Grupo Ecológico Terra Viva Carlos Lamarca, criado em 2011e certificado há 2 anos como Organismo de Controle Social, se desenvolve com a participação de 10 famílias, com 12 pessoas certificadas. Atualmente, no grupo está sendo expandida a produção de hortaliças para agora anuais e frutíferas.

Visita da tarde: Produtor desde os anos 50, Mário Mimi, com a sua produção orgânica busca promover a saúde pela alimentação. Tendo como foco de sua produção hortaliças, utiliza técnicas de compostagem e bokashi para enriquecer o solo. Constatou nos anos 80 uma diminuição das águas que corriam na sua propriedade e junto com a prefeitura de Araçoiaba da Serra participou do estímulo do reflorestamento das nascentes do Rio Iperó. Em sua propriedade pode-se constatar o sucesso dessa com matas consolidadas e abundância de água.

 

ROTEIRO DE IBIÚNA E SÃO ROQUE

Visita da manhã: Bairro do Verava, onde há agricultores pioneiros da produção orgânica e agroecológica; há mais de 15 anos um importante pólo de horticultura orgânica do Estado, mostrando um pouco da trajetória, das vitórias e dificuldades vivenciadas, incluindo um recente decréscimo no número de produtores certificados.

Visita à família do Sr. João Dias, agricultor pioneiro na produção orgânica, abastecendo mercados da cidade de São Paulo, e que também iniciou uma experiência com sistemas agroflorestais em sua propriedade.

O almoço será na Escola Família Agrícola de Ibiúna, localizada no mesmo bairro, local de grande importância na história do bairro, onde alguns filhos de agricultores se formaram.

Visita da tarde: propriedade do Sr. Natalino, onde diversos membros da família trabalham na produção de hortaliças e legumes orgânicos.

ROTEIRO DE IPERÓ

Visita da manhã: Assentamento Fazenda Ipanema, será visitado o lote do Sr. Boaventura e Dona Tilde, assentados há 19 anos. Produzem hortaliças e frutas e comercializa essa produção de várias formas e com muita criatividade, dentre elas: pelo PAA (Programa de Aquisição de Alimentos – CONAB),diretamente aos consumidores na Feira de Orgânicos de Sorocaba, na feira do CEAGESP e de maneira autônoma com seu carro em diversos locais. Praticam um manejo agroecológico, sem o uso de adubos químicos e agrotóxicos, desde que foi assentado, sendo que no momento estão em processo de certificação orgânica pelo Sistema Participativo do Ministério da Agricultura, juntamente com outros agricultores do assentamento. Participam há algum tempo de projetos de restauração florestal, e plantios de espécies nativas, tendo em seu lote áreas em processo avançado de regeneração, que serão também visitadas.

Visita da tarde: Assentamento Horto Bela Vista, visita ao lote da Maria Rodrigues, assentada há 15 anos, juntamente com o filho Cesar e Wiliam, que são estudantes de Agronomia com ênfase em agroecologia na UFSCAR/PRONERA, e cultivam hortaliças e frutas, onde aplicam práticas agroecológicas há 10 anos, e realizam experiências a partir de conhecimentos adquiridos no curso, principalmente na questão do cuidado com a fertilidade do solo. A partir da articulação com um grupo de agricultores do assentamento conseguiram no fim do ano passado o reconhecimento com uma OCS (Organização de Controle Social),sendo certificados como orgânicos pelo Ministério da Agricultura, a produção é comercializada é no PAA, e na Feira de Iperó.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s